Presidente moçambicano diz que solução para dívida está na produção e exportação.

Filipe Nyusi lembrou que “a melhor forma de combater a dívida é não contrair muitas dívidas” e, quando for necessário, contraí-las de forma racional.

Luanda /
25 Mai 2022 / 10:23 H.

O Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, defendeu terça-feira que a melhor forma de combater a dívida pública é a disciplina financeira, o aumento da produção e das exportações e incentivos ao sector privado.

Questionado sobre como Moçambique enfrenta o desafio da dívida pública durante um debate nos encontros anuais do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), Nyusi lembrou que a dívida é apenas um dos desafios do seu país, além de ser um desafio comum a toda a África.

O chefe de Estado moçambicano recordou outros desafios, como o ciclone Idai, o maior registado em toda a África, a COVID-19, que “retardou o desenvolvimento” e o terrorismo, que “está a destruir uma parte do país”, além da transição energética.

Sobre a dívida, lembrou que “a melhor forma de combater a dívida é não contrair muitas dívidas” e, quando for necessário, contraí-las de forma racional.

“Um país não contrai muitas dívidas quando aumenta a produção, quando aumenta as exportações e importa menos. Não contrai dívidas quando tem disciplina financeira, maior transparência”, exemplificou.