Escritor David Capelenguela a concorrer com lista única

David Capelenguela, que termina o mandato de três anos, considerou o tempo à frente da UEA difícil, sobretudo nos últimos anos, devido à pandemia.

Luanda /
04 Mai 2022 / 09:55 H.

O secretário-geral cessante da União dos Escritores Angolanos (UEA), David Capelenguela, é candidato único à sua sucessão, numa lista que tem como novidade o escritor Lopito Feijó a concorre ao cargo de presidente da mesa da assembleia em substituição de Luís Kandjimbo.

No rescaldo que faz aos três anos, destaca, entre os feitos, a realização de 70 edições do projecto "Maka à Quarta-feira” e a promoção da literatura angolana no estrangeiro.

"Conseguimos assinar um acordo com a TV Zimbo para levar à televisão o projecto ‘Maka à Quarta-feira’. A parceria ainda continua e é um ganho. Além disso conseguimos firmar um contrato com a Imprensa Nacional para a edição de 20 títulos, no qual os dez primeiros livros já estão na segunda fase de edição”, disse em declarações ao Jornal de Angola.

O período de campanha eleitoral da lista única, habilitada à candidatura do corpo de gestão da União dos Escritores Angolanos, aberto no dia 18 de Abril, encerra está quinta-feira, dia 5 de Maio. O pleito eleitoral acontece sábado, dia 7 de Maio.

Advogado de profissão, licenciado e mestre em Direito, David Capelenguela é membro da UEA e um dos co-fundadores da Brigada Jovem de Literatura do Namibe. Os seus domínios de interesse estendem-se à literatura em geral e tem no mercado os livros "Véu do Vento”, "Gravuras Doutro Sentido” e "Acordanua”.