Boaventura Cardoso vence Prémio de Literatura DSTAngola/Camões

Segundo o júri, na obra premiada Boaventura Cardoso “recorre aos mesmos métodos que fizeram dele, um dos melhores prosadores da história da literatura angolana”.

Luanda /
15 Jul 2022 / 12:38 H.

O escritor angolano Boaventura Cardoso é o vencedor da quarta edição do Prémio de Literatura DSTAngola/Camões, com o romance “Margens e Travessias”, publicado no ano passado pela editora Mayamba.

Segundo o júri, na obra premiada Boaventura Cardoso “recorre aos mesmos métodos que fizeram dele um dos melhores prosadores da história da literatura angolana, uma disciplina férrea, um profundo conhecimento da realidade, uma observação lúcida e inteligente de tudo quanto se vai passando à sua volta e constrói um romance que se constitui fundamental para quem queira conhecer a Angola do último meio-século”.

O júri, presidido por Irene Guerra Marques, filóloga e docente na Faculdade de Humanidades da Universidade Agostinho Neto, foi constituído pelo jornalista e escritor Carlos Ferreira e por Manuel Muanza, Professor Auxiliar no Departamento de Língua Portuguesa do Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED) de Luanda.

A cerimónia de entrega do prémio, segundo a organização, será anunciada até ao final deste ano.