Índice de Preços regista em Julho o mais alto desde Setembro de 2018

A variação homóloga atingiu 17,24%, registando um decréscimo de 1,77 pontos percentuais com relação a observada em igual período do ano anterior.

Angola /
14 Ago 2019 / 11:18 H.

O Índice de Preços no Consumidor Nacional (IPCN) registou uma variação mensal de 1,52% durante o período de Junho a Julho de 2019, implicando um aumento de 0,44 pontos percentuais face ao mês de Junho do mesmo ano.

Segundo a Folha de Informação Rápida do Índice de Preços no Consumidor Nacional (IPCN) do Instituto Nacional de Estatística (INE) referente a Julho de 2019, a variação homóloga atingiu 17,24%, registando um decréscimo de 1,77 pontos percentuais com relação a observada em igual período do ano anterior.

O IPCN registado entre Junho e Julho deste ano foi o mais alto desde Setembro de 2018, em que era cifrado um aumento dos preços em 2,69%.

De Janeiro a Julho do ano em curso, a variação acumulada situou-se em 8,29%, apontando para um decréscimo de 1,26 pontos percentuais comparado com o mesmo período de 2018, quando se registavam uma variação acumulada de 9,55%.

Esse aumento, entre os meses de Junho e Julho, impulsionou também o acumulado a 12 meses, que passou de 16,94% para 17,24%, representando o primeiro aumento deste índice em 2019.

A classe Habitação, Água, Electricidade e Combustíveis” com 3,53%, foi a que registou o maior aumento de preços. Destacam-se também os aumentos dos preços verificados nas classes “Vestuário e Calçado” com 1,58%, seguida da classe da “Saúde” com 1,53% e “Bens e Serviços Diversos” com 1,50%.

As províncias que registaram maior aumento foram: Namibe com 1,82%, Cuanza Norte com 1,75%, Malange com 1,74%, Benguela com 1,69 % e Lunda Norte com 1,60%.

As províncias com menor variação foram: Zaire com 1,10%, Bié com 1,13%, Uíge com 1,25%, Cabinda com 1,29% e Cuando Cubango com 1,30%.

Temas