INACOM regista ataques às operadoras móveis

O Instituto Angolano das Comunicações (INACOM) informa que tomou conhecimento de um ataque às redes das operadoras móveis nacionais, nas últimas horas, e apela aos utilizadores a não atender, nem retornar chamadas internacionais para números desconhecidos.

22 Jun 2020 / 12:01 H.

Numa nota distribuído à imprensa, o INACOM adianta que o ataque também conhecido como "toque e foge", é uma fraude económica, que visa, essencialmente, atrair os utilizadores a retornar a chamada de telefone, com o objectivo de arrecadar receitas pelas chamadas internacionais.

Segundo o Instituto Angolano das Comunicações, trata-se de um fenómeno que afecta a indústria, essencialmente de telefonia móvel, em vários países.

O INACOM informa estar a trabalhar desde que tomou conhecimento, com as operadoras, com destaque para a Unitel, e que já foram tomadas medidas para o controlo da situação.

Tranquiliza os utilizadores das redes móveis de que não há o risco de roubo de informações ou dados pessoais e coloca à disposição a sua linha de atendimento gratuita (15 555) para apoiar os utentes dos serviços de comunicação.