Financiamento à agricultura familiar calculado em cerca de 5 mil milhões Kz

Recomenda-se o incremento do orçamento da agricultura familiar, a fim de promover uma agricultura virada ao mercado, contribuindo para o aumento da disponibilidade alimentar.

07 Fev 2020 / 13:29 H.

O Estado disponibilizou fundos avaliados em cerca de 5,7 mil milhões de Kwanzas para a assistência de mais de 81 mil famílias, no ano agrícola passado, apurou o Vanguarda na informação divulgada pelo Ministério da Agricultura e Florestas (MINAGRIF).

A assistência pública às famílias camponesas serviu para aquisição de pacotes tecnológicos que os permitiu juntarse aos associados a acções dos projectos co-financiados (MOSAP II), perfazendo mais de 110 famílias, o que representa 4% do total controlado pelo Instituto de Desenvolvimento Agrário (IDA).

Tendo em conta os desafios da promoção da produção nacional, de forma sustentável a médio e longo prazo, o MINAGRIF considera ínfimo o número de famílias beneficiárias dos pacotes tecnológicos; dos processos de assistências técnicas e extensão rural.

“O défice de famílias camponesas por assistir é de 96%. Neste sentido, recomenda-se o incremento do orçamento da agricultura familiar para a promoção de uma agricultura virada para o mercado, contribuindo desta forma para o aumento da disponibilidade de alimentos e garantia da segurança alimentar no país”. A nível nacional, das famílias assistidas somente 110 mil 147 famílias beneficiaram dos diferentes pacotes tecnológicos, “que se traduzem no fornecimento de fertilizantes, sementes de variedades melhoradas, correcção da acidez de solos, fornecimento de charruas de tracção animal e pequenos equipamentos agrícolas”. 833 mil 497 beneficiaram de assistência técnica nas escolas de campo.