Dessalinização no Mussulo produz 200 litros de água por dia

O projecto dessalinização por destilação solar, é de iniciativa de um grupo de jovens engenheiros recém- formados nas universidades Agostinho Neto, Católica e ISPTEC, conta com o apoio dos ministérios da Energia e Águas, Cultura, Turismo Ambiente e da Economia.

Luanda /
01 Ago 2022 / 11:53 H.

Duzentos mil litros de água potável são a média de produção diária do projecto-piloto de dessalinização por destilação solar, implementado, há seis meses, no bairro do Buraco na comuna do Mussulo, em Luanda.

O coordenador do projecto e consultor do ministério da Cultura, Turismo e Ambiente, António Chivanga Barros, que falava durante a visita de constatação, realizada ontem, afirmou que a conversão de água salgada para potável, com qualidade para consumo humano, é feita a partir de quatro tanques construídos horizontalmente, num projecto orçado em seis milhões de kz.

Numa primeira fase, a qualidade da água está avaliada no nível de PH9 com atendimento de 200 pessoas e previsão de aumentar o número diário de atendidos.Para tal, prevê-se construir, nos próximos meses, 30 projectos do género em toda península do Mussulo.

O projecto dessalinização por destilação solar é de iniciativa de um grupo de jovens engenheiros recém- formados nas universidades Agostinho Neto, Católica e ISPTEC, conta com o apoio dos ministérios da Energia e Águas, Cultura, Turismo Ambiente e da Economia.