Centro de Larvicultura do Missombo comercializa 80 toneladas de cacusso

As 80 toneladas da tilápia representam uma tiragem de 50 por cento da produção.

Luanda /
07 Set 2022 / 12:26 H.

Oitenta toneladas de peixe do tipo tilápia, vulgo cacusso, foram comercializadas durante o primeiro ciclo de produção pelo Centro de Larvicultura e Engorda do Missombo, que resultou na arrecadação de 72 milhões Kz.

As 80 toneladas da tilápia, que representa uma tiragem de 50% da produção, foram comercializados em 10 meses nas províncias do Cuando Cubango, Bié, Huambo e Luanda, numa acção que visa contribuir na diversificação da dieta alimentar das famílias.

A informação foi prestada esta quarta-feira, à ANGOP, pelo técnico especialista pelo acompanhamento do centro, afecto à empresa gestora “Gesterra”, Leocádio Domingos, que fez balanço positivo da primeira fase, que corresponde ao mês de Agosto de 2021 a Maio de 2022.

O técnico especialista fez saber que a segunda fase de produção terá início no próximo mês de Outubro, onde prevê uma produção de 70 por cento da safra anterior.

Informou que, para o período 2022/2023, prevê uma planificação de repovoação de estufas com 200 fêmeas e 50 machos, para obtenção de 100 mil alevinos por estufas, no sentido de povoar 15 tanques em falta, numa altura em que os primeiros 20 já estão habitados.

Leocádio Domingos fez saber que, para manter o crescimento do peixe, o centro conta com uma fábrica de ração (milho, premix e soja) com a capacidade/dia de seis (6) toneladas, cifras que têm servido, igualmente, para a comercialização.

Apontou, como principal dificuldade para o escoamento, o estado avançado de degradação do troço que liga Caiundo - Catuitui, esta última localidade fronteiriça com a Namíbia, cujo comércio ganhará maior dinâmica tão logo a estrada EN 140 seja reabilitada.

O Centro de Larvicultura e Engorda do Missombo, localizado a 18 quilómetros de Menongue, capital do Cuando Cubango, está destinado à produção de peixe em grande escala e foi inaugurado em Março do ano em curso.