Angola investiu 450 mil milhões Kz em três anos do plano integrado dos municípios

“No total de 1.749 projectos, até ao final do ano nós teremos concluído 1.405 projectos, o que quer dizer que 80% da carteira PIIM inicial será concluída até ao final do ano Disse Márcio Daniel.

Luanda /
23 Jun 2022 / 17:11 H.

O Governo angolano anunciou hoje que cerca de 450 mil milhões Kz foram já gastos com a implementação, há três anos, dos projectos da carteira do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).

Segundo o secretário de Estado para as Autarquias Locais, Márcio Daniel, dos 2.710 projectos inscritos no PIIM cerca de 2.040 estão em execução nas 18 províncias angolanas com a respectiva verba assegurada.

O governante, que falava por ocasião da 4.ª reunião ordinária da Comissão Interministerial de Implementação do PIIM, fez saber também que até final do presente ano 80% dos projectos do PIIM estarão concluídos.

“No total de 1.749 projectos, até ao final do ano nós teremos concluído 1.405 projectos, o que quer dizer que 80% da carteira PIIM inicial será concluída até ao final do ano, o que faz com que o nosso balanço seja positivo em relação ao total de projectos que inicialmente integraram a carteira”, disse.

O plano de dimensão nacional inscreve projectos dos sectores da educação, saúde, estradas secundárias e terciárias, segurança pública e ordem pública, agricultura, infra-estruturas administrativas, saneamento básico, água, energia, entre outros.

O PIIM, lançado em junho de 2019 pelo Presidente angolano, João Lourenço, está orçado em 2 mil milhões USD, recursos provenientes do Fundo Soberano de Angola, com as autoridades a garantirem que o mesmo está a ser executado “sem o recurso a endividamento público”.