AIPEX regista 341 propostas em 29 meses

Um total de 341 propostas de investimento privado foram registadas, de Agosto de 2018 a Dezembro de 2020, pela Agência de Investimento Privado e Promoções das Exportações (AIPEX), o que possibilitará a criação de 24.055 postos de trabalho, entre nacionais e estrangeiros.

Luanda /
18 Jan 2021 / 14:58 H.

De acordo com o relatório da AIPEX referente ao mês de Dezembro, citado pela Angop, rentemente, essas propostas de investimento estão viradas para os sectores da construção civil (8), pescas (8), educação (3), saúde (4), hotelaria e turismo (4), prestação de serviços (68), agricultura (15), comércio (78) e indústria (151).

Desses sectores, a indústria é a área que prevê absorver o maior valor de investimento, com mais de mil milhões de dólares, construção civil com 686 milhões, agricultura (213 milhões), comércio (145 milhões), pescas (132 milhões), prestação de serviços (116 milhões), saúde (131 milhões) e educação (30 milhões).

Do total de propostas de investimento, destinadas em quase todas as províncias do País, 75 projectos já foram implementados, 238 em vias de implementação, 18 por implementar e 10 desistiram.

A implementação dos 75 projectos, avaliados em 983 milhões USD, já possibilitou a criação de cinco mil e 702 postos de trabalho efectivos.

Os projectos em implementação (238) estão avaliados em mais de dois mil milhões de dólares, enquanto os projectos por implementar (18) estarão orçados em USD 75 milhões. Os dez projectos que desistiram estavam orçados em 36 milhões USD. As províncias de Luanda, com 270 propostas de investimento, Bengo (12), Benguela (12) e Malange (10), são as que mais suscitaram o interesse dos investidores no período em análise.

Para o Executivo, as investidas realizadas nas várias áreas de actividade é uma mais-valia, sendo que, no âmbito do PRODESI as restrições tomadas pelo Governo são no sentido de diminuir as importações e aumentar as exportações, bem como diversificar a economia aumentando as taxas na importação, favorecendo a exportação.

Captar investimento

No mês passado, a AIPEX desenvolveu um conjunto de actividades com o objectivo de captar vários investimentos para o mercado nacional. Destes, destaca-se a assinatura de um Memorando de Entendimento entre a AIPEX e a Câmara de Comércio e Indústria Angola – Bélgica (CCIAB), com o objectivo de criar sinergias e ambiente de cooperação, relativamente a projectos a serem desenvolvidos por empresários e associações empresariais, dos dois países (Reino da Bélgica e Angola).

No âmbito do Investimento Privado, o País registou, de 1990 à 2020, cerca de 24 projectos de origem Belga, avaliados em mais de 18,5 milhões USD norte-americanos, nos sectores da indústria transformadora, construção, comércio, transportes, actividades imobiliárias e prestação de serviços.

Ainda em Dezembro, o embaixador da Sérvia em Angola, Milos Perisic, manteve um encontro com o PCA da AIPEX, António Henriques da Silva, tendo na ocasião analisado estratégias conjuntas enquadradas na promoção e atracção de investimentos, estabelecimento de parcerias de negócios entre empresas servias e angolanas.

A AIPEX tem como objectivo promover as exportações, captação de investimento privado, registo de propostas de investimento, apoio institucional e acompanhamento da execução dos projectos de investimento e internacionalização das empresas angolanas.