Transmissão dos jogos da NBA suspensos na China por causa dos protestos de Hong Kong

“Com Hong Kong”, escreveu o diretor-geral dos Houston Rockets, Daryl Morey, na sua conta Twitter. As palavras levaram o canal chinês a suspender as emissões da liga de basquetebol. Alguns parceiros comerciais congelaram parcerias com a equipa norte-americana na China, sobretudo na venda de ‘merchandising’.

China /
08 Out 2019 / 14:43 H.

A transmissão dos jogos da pré-temporada da NBA está suspensa na China, depois de um dos gestores de uma equipa ter manifestado o seu apoio aos protestos de Hong Kong contra o Estado chinês. Naquele país, os jogos da principal competição de basquetebol norte-americana são transmitidos pela estação pública CCTV em parceria com a Tencent.

“Com Hong Kong”, escreveu o diretor-geral dos Houston Rockets, Daryl Morey, na sua conta Twitter. As palavras levaram o canal chinês a suspender as emissões da liga de basquetebol. Alguns parceiros comerciais congelaram parcerias com a equipa norte-americana na China, sobretudo na venda de merchandising.

Entretanto, também no Twitter, Morey retratou-se e garantiu que tudo não passou de um “mal entendido”. “Não quis que o meu tweet ofendesse os fãs dos Rockets e os meus amigos na China”, escreveu Morey. Contudo, o celeuma criado parece estar longe de uma solução.

Sobre o tweet de Morey, a NBA emitiu um comunicado distanciando-se do responsável dos Houston Rockets. “Lamentável”, considerou o organismo. De acordo com o “Financial Times”, ainda que a NBA tenha procurado distanciar-se, na China, de acordo com o “Financial Times” há quem acuse o organismo gestor da prova de basquetebol mais mediática do mundo de tentar o melhor dos dois mundos, ao emitir dois comunicado diferentes. O primeiro – citado acima – tratar-se-á de uma consideração normal, mas um segundo comunicado emitido em chinês, para ser divulgado na China, terá sido mais severo.

Por isso, a NBA foi criticada na China e a própria NBA admitiu que “não deveria haver discrepâncias”. Na segunda-feira, o gestor máximo da NBA, Adam Silver, teceu considerações que levaram então a CCTV a decidir pela suspensão da transmissão dos jogos da NBA no país. Em entrevista à japonesa Kyodo, Silver apoiou a “liberdade de expressão política” de Morey.

Desta forma, a CCTV justificou a sua decisão por considerar inconsistente a postura da NBA. Por um lado, pediu desculpa pelo sucedido na China, mas, por outro, estranhou o apoio de Adam Silver a Morey.

“Quaisquer comentários que abordem a soberania e a estabilidade social de uma nação estão fora do limite da liberdade de expressão”, escreveu a emissora em comunicado, avisando que “fará um balanço imediato de toda a cooperação com a NBA”.

Temas