CIMETOX pode produzir soro antiofídico em 2020

O Centro de Investigação e Informação de Medicamentos e Toxicologia (CIMETOX) da Faculdade de Medicina de Malanje pode começar, a partir de 2020, a produzir soros antiofídico, para atender casos de mordeduras de animais peçonhentos no país.

08 Nov 2019 / 11:21 H.

O projecto de produção do referido soro é de iniciativa do Executivo angolano, tendo para o efeito sido já disponibilizado 132 milhões de Kwanzas, valor usado na ampliação e aquisição de equipamentos laboratoriais para o CIMETOX, visando o êxito do estudo epidemiológico em curso.

A informação foi avançada pelo decano da Faculdade de Medicina de Malanje, André Pedro Neto, durante a abertura das Jornadas Científicas alusivas ao 10º aniversário da Universidade Lueji A’Nkonde e 8º do CIMETOX, assinalados a 21 de Outubro último e a 10 deste mês, respectivamente.