Cidadãos acusados de venda e posse de arma de fogo são detidos em Ndalatando

Dois cidadãos acusados de posse ilegal e venda de arma de fogo e de uniforme policial foram detidos nos últimos 15 dias e apresentados esta terça-feira, em Ndalatando, província do Cuanza-Norte, pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC).

Luanda /
11 Set 2019 / 11:51 H.

Segundo Angop, a venda de uniforme policial foi praticada pelo filho de um efectivo da Polícia Nacional que comercializou a farda a um suposto agente da mesma corporação.

Já o tráfico de arma de fogo, do tipo AKM, foi praticado em Luanda, capital do país, por um suposto ex-militar das Forças Armadas Angolanas (FAA), residente em Ndalatando (Cuanza Norte) que vendeu o referido meio à uma empresa de segurança privada, não identificada.

Temas