Portugal e Cabo Verde unidos pela livre circulação esperam “boas notícias” na CPLP

O Presidente e o primeiro-ministro portugueses declaram que Portugal está ao lado de Cabo Verde na defesa da supressão de vistos no quadro da União Europeia (UE) e da livre circulação de cidadãos na CPLP.

12 Jun 2019 / 10:06 H.

“Estamos juntos”, afirmou o Presidente da República de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, durante um passeio a pé na cidade cabo-verdiana do Mindelo, na ilha de São Vicente, onde hoje terminam as comemorações do Dia de Portugal.

“Estamos totalmente alinhados”, reforçou António Costa.

Por sua vez, o primeiro-ministro de Cabo Verde, país que actualmente tem a presidência da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), manifestou a convicção de que a proposta de mobilidade de cidadãos no espaço lusófono “vai ser realidade em breve”.

“Nós estamos confiantes de que brevemente poderemos ter boas notícias - este ano”, acrescentou Ulisses Correia e Silva, em declarações aos jornalistas junto ao Palácio do Povo, com António Costa ao seu lado.

Marcelo Rebelo de Sousa mencionou que a proposta em cima da mesa na CPLP “prevê várias fases”, permitindo que “quem queira ir mais longe apenas com alguns países, por acordo bilateral, possa ir”.

“Penso que vai ser aprovado na Cimeira da CPLP [de 2020, em Angola]”, disse o chefe de Estado português.