Eduardo Bolsonaro pede apoio ao Senado brasileiro para ser embaixador dos EUA

O deputado Eduardo Bolsonaro, filho do Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, enviou a empresários o projecto que pretende levar a Washington caso seja nomeado embaixador dos EUA.

13 Ago 2019 / 12:31 H.

Numa reunião com empresários em São Paulo, Eduardo Bolsonaro enumerou algumas das suas mais-valias para o cargo e apelou aos executivos da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), a maior entidade de classe da indústria do país, a conversar com os senadores, de forma a convencê-los dos benefícios que a sua nomeação traria para a economia brasileira.

O deputado parlamentar de 35 anos foi proposto pelo seu pai para o cargo de embaixador em Washington e já recebeu o apoio oficial norte-americano. Porém, para assumir o cargo, o terceiro filho do chefe de Estado brasileiro necessita ainda de ser oficialmente nomeado e contar com o apoio do Senado.

“Dependo do apoio do Senado Federal. Tenho o apoio dos senhores e, caso vocês tenham algum contacto com os senadores, digam-lhes que essa abertura que tenho junto da Casa Branca vai acelerar e muito os acordos comerciais e, em outros sectores que lhes interessam”, disse Eduardo Bolsonaro, o deputado mais votado nas eleições legislativas de Outubro passado.