Brasil: Justiça autoriza Lula da Silva a ser ouvido pelo Conselho de Direitos Humanos

O ex-Presidente brasileiro Lula da Silva terá uma audiência, na próxima semana, com membros do Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH), após autorização concedida pela juíza da 12.ª Vara Federal de Curitiba, Carolina Lebbos.

Brasil /
11 Set 2019 / 09:28 H.

A visita do órgão à sede da Polícia Federal de Curitiba, onde Lula está preso desde abril do ano passado, está prevista para a próxima terça-feira (17).

O pedido partiu do próprio CNDH, que pretende apurar denúncias de possíveis “violações de garantias constitucionais e direitos humanos” no processo em que Lula é réu.

As mensagens trocadas entre procuradores da operação Lava Jato, o ex-juiz e actual ministro da Justiça, Sérgio Moro, e outras autoridades, reveladas pelo ‘site’ The Intercept e por outros ‘media’, estão na base das denúncias.

“A defesa do ex-Presidente Lula entende que será uma oportunidade para aprofundar o debate técnico sobre as denúncias de grosseiras violações de direitos humanos que ele vem sofrendo no âmbito da operação Lava Jato. As referidas violações foram comunicadas ao Comité de Direitos Humanos das Nações Unidas já em 2016 num processo com amplo conjunto probatório”, afirmaram os advogados do antigo mandatário, em comunicado.