Número de mortos em violência pós-eleitoral sobe para sete na Indonésia

O número de mortos na violência ocorrida após o anúncio da reeleição do Presidente indonésio, Joko Widodo, subiu para sete, depois de duas noites de confrontos entre a polícia e apoiantes da oposição em Jacarta.

23 Mai 2019 / 16:51 H.

As forças de segurança foram significativamente reforçadas hoje para tentar controlar os confrontos que paralisam o centro de Jacarta desde a noite de terça-feira.

Cerca de 58 mil polícias e militares foram enviados para a capital, um número superior aos cerca de 30 mil enviados anteriormente, visto que os manifestantes atacaram novamente a polícia na noite de quarta-feira.

“Sete amotinados morreram e nove polícias ficaram feridos”, disse hoje o porta-voz da Polícia Nacional, Mohammad Iqbal, sem especificar o número de feridos no lado dos manifestantes.

As vítimas dos confrontos eram jovens, incluindo um estudante do ensino médio de 17 anos e um jovem de 19 anos, de acordo com relatos dos media locais.

As circunstâncias de suas mortes não são conhecidas e a polícia diz que não usou munição real contra a multidão.