Iraque: Americanos ordenam retirada de pessoal não essencial da embaixada e consulado

Os Estados Unidos ordenaram a retirada do pessoal não essencial da sua embaixada em Bagdad e do seu consulado em Erbil (norte), no Iraque, por razões de segurança devido à escalada da tensão com o Irão.

EUA /
15 Mai 2019 / 11:19 H.

Como resultado desta decisão, os serviços de emissão de vistos serão temporariamente suspensos nos consulados de Bagdad e Erbil, de acordo com um comunicado da embaixada.

A nota, que não explica a razão da ordem de retirada, advertiu que a capacidade de fornecer serviços de emergência aos cidadãos dos Estados Unidos no Iraque será “limitada” durante esta suspensão.

A embaixada aconselhou os seus cidadãos a deixarem o Iraque “o mais rápido possível” por meio de transporte comercial, evitarem instalações norte-americanas no Iraque, reverem os seus planos de segurança pessoal e ficarem atentos a imprensa local.

A retirada do pessoal diplomático ocorre num momento em que aumenta a tensão entre os Estados Unidos e o Irão, país vizinho ao Iraque e com grande influência sobre Bagdad.