Donald Trump planeia vender bombas à Arábia Saudita sem o ‘sim’ do Congresso

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, planeia aumentar as tensões com o Irão com a venda de bombas à Arábia Saudita, apesar de esta medida estar bloqueada pelo Congresso devido às mortes de civis na guerra no Iémen, revela a “Reuters” esta quinta-feira.

EUA /
23 Mai 2019 / 11:21 H.

“Estou a ser informado de que Donald Trump pode usar uma ‘brecha’ obscura no ato do controle de armas para fazer uma grande venda de bombas à Arábia Saudita, de uma forma que impediria o Congresso de fazer objeções. Pode acontecer esta semana” alertou na quarta-feira o senador democrata o senador Chris Murphy, na sua conta de Twitter.

Os assessores do Congresso referem que há dispositivos da lei do controlo de armas, que estabelecem regras para transações internacionais, que permitiriam a um presidente aprovar uma venda sem o consentimento do Congresso em caso de uma emergência nacional.

Neste caso, os assessores acreditam que Donald Trump utilizará as crescentes tensões com o Irão, como uma razão para fornecer mais equipamentos militares à Arábia Saudita, que vê como um importante parceiro dos Estados Unidos na região. O presidente norte-americano vendeu armas aos sauditas como forma de criar emprego no país que lidera.

No entanto, qualquer plano deste tipo terá oposição no Congresso, tanto dos republicanos, como dos democratas como Chris Murphy, e até mesmo no Senado, onde os republicanos têm uma pequena maioria. O Departamento de Estado não quis comentar à agência noticiosa esta possível decisão de Donald Trump, e a Casa Branca também não fez qualquer comentário.