Residência Artística “Luuanda” foca na experiência que é viver da cidade capital

A primeira edição da Residência Artística “Luuanda”, destinada a criadores visuais e curadores emergentes dos países africanos de língua oficial portuguesa (PALOP), decorre a 7 de Outubro até 25 deste mês, na capital do país, numa iniciativa do colectivo cultural “Pés Descalços”.

07 Out 2019 / 15:01 H.

De acordo com Jornal de Angola, nesta edição, foram seleccionados sete artistas plásticos, nomeadamente Cynthia Silveira, Flávio Cardoso, Sofia Yala Rodrigues e Yola Balanga (Angola), Diogo Bento e Yuran Henrique (Cabo Verde) e Hugo Bento (Moçambique).

O programa de residências artísticas “Luuanda”, pretende focar-se na experiência que é viver na contemporaneidade da cidade capital.

A Residência Artística tem financiamento da Fundação Calouste Gulbenkian e apoio da Academia BAI.