O antigo futebolista e ex-presidente da UEFA é acusado de ter favorecido o Qatar na realização do Mundial de 2022

Michel Platini foi o líder máximo da UEFA (Union of European Football Associations) entre 2007 e 2015, ano em que foi afastado pelo Comité de Ética da FIFA (Federação Internacional de Futebol), foi detido nesta manhã do dia 18 de Junho, nos arredores de Paris, sob suspeita de corrupção.

18 Jun 2019 / 10:51 H.

Michael Platini foi detido na manhã desta terça-feira, pela polícia judiciária francesa, em Nanterre, nos arredores de Paris, na sequência de uma investigação por alegada corrupção na organização do Campeonato do Mundo de Futebol de 2022, que decorreu no Qatar.

Segundo o site francês Mediapart e o jornal Le Monde, em causa estão sérias suspeitas de que Platini teria favorecido o país da Península Arábica para a realização do Mundial de 2022.

Plantini presta declarações no departamento anticorrupção daquele localidade francesa.

(em actualização)

Temas