Emirados Árabes Unidos instala fábrica de tractores na Zona Económica especial

Os Emirados Árabes Unidos tencionam investir mais de 2 mil milhões USD no País em vários

Luanda /
08 Nov 2019 / 11:43 H.

O ministro da Agricultura e Florestas, António Francisco de Assis, e o Xeike dos Emirados Árabes Unidos, Xeike AhmedDalmoor Al Maktoum, firmaram o termo de entrega do prazo para construção da linha de montagem de tractores, na Zona Económica Especial (ZEE), em Luanda.

A unidade fabril começa a funcionar a partir de Novembro deste ano, o que fará baixar o preço do tractor, um instrumento importante para a agricultura, segmento com o qual se pretende impulsionar a diversificação da economia, em crise desde a queda do preço do petróleo no mercado internacional.

A instalação da infra-estrutura, segundo António de Assis, tem vantagem porque vai gerar postos de trabalho aos angolanos que lá serão formados “em função das necessidades, capacidades, competência e disciplinas para maximizar o sector produtivo”.

“Temos que começar a ter financiamento para o produtor agrícola comprar tractor com períodos de carência

adequado, com prazos de reembolso adequado, não na modalidade que existe no País actualmente, que tem de se entregar tudo num só dia”, disse. Os Emirados Árabes Unidos tencionam investir mais de 2 mil milhões USD no País em vários domínios da economia, com maior incidência para os sectores da agricultura, electricidade e gás.

O Xeike Ahmed Dalmoor Al Maktoum deu garantias da construção, no prazo de dois anos, de um armazém para produtos petrolíferos. Aquela entidade, que esteve em Angola numa visita de dois dias, considera o investimento uma aposta estratégica para o País.