Aumentos na Sistec podem atingir apenas 3%

Depois da dedução dos impostos de Consumo e de Selo, preços com a taxa do IVA representam acréscimos percentuais menores do que os verificados no mercado.

05 Out 2019 / 12:54 H.

A Sistec, uma fornecedora de equipamentos e serviços tecnológicos, reprova aumentos acentuados dos preços depois da introdução do IVA, de acordo com o presidente da Mesa da Assembleia Geral que, em declarações prestadas ontem ao Jornal de Angola, afirmou que a companhia vai reagir de forma mais moderada a essa evolução.

Rui Santos anunciou, instado pela nossa reportagem a pronunciar-se sobre a introdução do IVA, que, na Sistec, o aumento dos preços de produtos tecnológicos provocado pela nova taxa de imposto é de 3,00 por cento. Isso inclui os preços de computadores, telemóveis, TV plasma, impressoras e outros. Contabilista de formação, Rui Santos insistiu em que não há motivos para o aumento dos preços em percentagens elevadas, algo em que disse concordar com a constatação do Governo segundo a qual comerciantes sobrepuseram o IVA a preços já taxados com os impostos de Consumo e de Selo.